17/10/2020

Da irresponsabilidade político-partidária e dos titulares dos cargos pilíticos

Brigas entre militantes e simpatizantes dos dois maiores partidos políticos não é uma novidade cabo-verdiana e aqui já acontecia nos anos de 1990, sobretudo em Santa Cruz. Ganha novo impulso nos anos de 2000 e intensifica-se já com recrutamento de membros de gangues de rua no período eleitoral 2011-12, como retratado aqui. A juntar à reprodução da violência por parte dos partidos e seus militantes, neste contexto pandémico em que vivemos, não é demais começarmos igualmente a falar da violação do direito à saúde e à vida. 

[Imagem: Felipe Dana, 2016]