07/09/2020

Da hipocrisia social e institucional

Em Cabo Verde e na Praia em particular a vinda de chuva sempre foi uma festa pública de multidão, do tipo festival da chuva. Num contexto em que não chovia de forma abundante há 5 anos, não se podia esperar outra coisa, não obstante a situação epidemiológica do país e do mundo. Portanto, apesar da indignação do IGAE ser compreensiva, peca pela selectividade e promoção de um tipo de estigmatização social já reproduzida em abril pela TCV. 

O que se sabe é que em todos os bairros foi esse o cenário e não apenas no bairro do Brasil da Achada Santo António e há provas visuais de restaurantes in com enchentes de gente dita respeitada, sem falar do carnaval pré-campanha marcada pelas enxurradas de inaugurações de todo o tipo, no entanto, sem que o IGAE tivesse publicamente manifestado a sua indignação.   

[Foto: Daido Moriyama, 1969]