02/07/2017

Racismos e barbarismos

Sobre o regresso dos populismos europeus ligados ao racismo anti-negro e anti-árabe e os recorrentes atos racistas na Urban que põe ainda mais em evidência o racismo institucional português, nada melhor do que a mobilização da ideia sobre o barbarismo de Tzvetan Todorov: "Os bárbaros são os que consideram que os outros, por serem diferentes, pertencem a uma humanidade inferior e merecem ser tratados com desprezo ou condescendência. Ser civilizado não significa ter feito estudos superiores ou ter lido muitos livros, logo, possuir um grande saber. Sabemos bem que isso não impediu atos perfeitamente bárbaros". 

[Imagem apanhada na net]