30/01/2017

Rap e pesquisa etnográfica

Amanhã será publicado a edição número 3 da Revista Desafios, no Campus do Palmarejo da Uni-CV, em que participo com o artigo "Rap e pesquisa etnográfica", escrito em 2013, na sequência da participação no V Congresso da Associação Portuguesa de Antropologia desse mesmo ano, em Vila Real, Portugal, com a comunicação "Rap Kriol(u) e a pesquisa etnográfica: lógicas de desafiar a mudança no espaço urbano em (i)mobilização", como complemento do artigo publicado em 2015 nesta obra colectiva. O artigo analisa, por um lado, em que medida o rap, entendido como prática cultural juvenil urbana, tem revitalizado o exercício da cidadania e, por outro, de que forma uma pesquisa etnográfica engajada ajuda a alargar o marco compreensivo de realidades subalternas ignoradas nas ciências sociais, contribuindo assim para o "empoderamento" juvenil individual e colectivo.   

[Na imagem convite do lançamento da edição n. 3 da Revista Desafios]