13/08/2015

Silly season* berdiano

Hoje, através do jornal A Nação, fiquei a saber que sou juntamente com Rosário da Luz, o mais novo reforço do MPD, na qualidade de independente, na eleição legislativa que se aproxima. A brilhante conclusão desse jornalismo de "buteku" deve-se ao facto de ter participado, como académico, em algumas conferências promovidas pelo partido verde e ser uma das vozes mais críticas das políticas juvenis e de segurança interna praticadas pelo Governo. É que não custava nada um telefonema a confirmar a coisa antes de encher o papel. Curiosamente, ainda ontem, num Fórum sobre a juventude, na Assomada, uma parte do staff "juvenil" do Presidente da República, malta do MPD, acusou-me, juntamente com Rony Moreira, de estar a defender a abolição do Estado e dos partidos políticos. Afinal. sou anarquista... 

Para se entender a nossa imprensa escrita aconselho este meu artigo, recentemente publicado pelo CEI-IUL. No entanto, o mais interessante é que isto vem reforçar a tese que tenho defendido, parcialmente publicada neste e neste espaço, em 2012 e 2014 respectivamente, suportada por um aturado trabalho de campo. 

*Conceito anglo-saxónico que se caracteriza pela falta de notícias importantes e sérias, em que os media são tomados de assalto pela falta de assunto e por uma maior incidência de temas inúteis e mais ou menos estúpidos.

[Imagem]