22/04/2015

"Tiro no escuro"

Primeiro de Maio, diz-se, é dia de luta e de reflexão... e uma reflexão sobre o quadro geral da coisa leva ao questionamento se não será também boa ideia protestar contra o protesto. Eleições, Cabo Verde, obras... tal e qual em 2011, o "Bo Ki Ta Disidi" dá lugar ao "Nu Levá Cabo Verde Pa Frenti" e tal e qual em 2008, o asfalto e o cimento tomam conta da cidade capital... e já que se assumiu que o factor C é hoje o principal capital de ascenção social e o 30 de Março trouxe novas funcionalidades ao elevador social, que tal deixar os políticos formais respirarem um pouco e focar no nepotismo fora do circuito governamental e/ou parlamentar?